Arquivos do futebol

O Futebol do passado

Osvaldo Baliza, o goleiro que travou o Expresso da Vitória

Osvaldo ‘Baliza’ [Osvaldo Alfredo da Silva] nasceu em Tanguá (RJ) a 9 de Outubro de 1923 e faleceu no Rio de Janeiro a 30 de Setembro de 1999. Osvaldo defendeu a baliza do Botafogo durante uma década.

Estreia de Osvaldo Baliza na equipa principal do Botafogo:

BOTAFOGO (RJ) 6 x 2 FLAMENGO (RJ)
Data: 08/03/1944
Local: São Januário, Rio de Janeiro
Árbitro: Mário Gonçalves Vianna
Competição: Torneio Relâmpago
Gols: Afonsinho (2), aos 2’ e 42’, Reginaldo (2), aos 3’ e 18’, Heleno (2), aos 8’ e 11’ (1° tempo); Zizinho, aos 25’ e Tião, aos 27’ (2° tempo)
BOTAFOGO: Osvaldo Baliza, Hernandez e Lusitano; Zarcy, Santamaria e Negrinhão; Afonsinho, Octávio (Tovar), Heleno, Limoeiro e Reginaldo
FLAMENGO: Luiz Borracha (Doli), Artigas e Newton; Quirino (Guálter), Bria (Tião) e Jayme; Nilo, Zizinho, Djalma, Jacir e Vevé
Fonte: O Jornal.

Despedida de Osvaldo Baliza:

BOTAFOGO (RJ) 2 x 2 AMÉRICA MINEIRO (MG)
Data: 03/03/1953
Local: Octacílio Negrão de Lima, na Alameda (Belo Horizonte)
Amistoso Interestadual

Gols: Dino (2).

BOTAFOGO:  Osvaldo Baliza, Gérson e Floriano (Orlando Maia); Araty, Calico e Juvenal; Geraldo (Vinícius), Geninho, Dino, Bravo (Zezinho) e Jayme.
Fonte: Jornal dos Sports.

Pelo Botafogo Osvaldo Baliza foi bicampeão carioca de aspirantes em 1944-1945, campeão do Torneio Início do Rio de Janeiro em 1947, do campeonato carioca de 1948 e do Torneio Triangular de Porto Alegre em 1951.

Osvaldo, cuja altura atingia um metro e noventa e um centímetros, começou a carreira no Botafogo, em 1943, e aí ficou até 1952. No ano seguinte actuou pelo Vasco da Gama e, em 1954, já no Bahia, foi novamente campeão estadual. Entre 1955 e 1958 defendeu a baliza do Sport e foi três vezes campeão pernambucano em 1955, 1956 e 1958.

Baliza chegou à Selecção Brasileira no ano seguinte a ter conquistado o campeonato carioca. O goleiro efectuou duas partidas como titular do Brasil e não sofreu gols. A 17 de Abril de 1949 jogou para o campeonato sul-americano na partida Brasil 5×0 Colômbia e no dia 20 de Abril de 1952 jogou para o campeonato pan-americano na partida Brasil 3×0 Chile. Em ambos os casos sagrou-se campeão: sul-americano em 1949 e pan-americano em 1952.

Apesar de ser pouco lembrado, Osvaldo Baliza foi um goleiro de sucesso, conquistando cinco campeonatos estaduais (Rio de Janeiro, Bahia e Pernambuco) e os campeonatos sul-americano e pan-americano pelo Brasil.

Outros jogos importantes pelo Botafogo:

BOTAFOGO (RJ) 4 x 1 OLARIA (RJ)
Data: 27/07/1947
Local: Estádio São Januário
Árbitro: Mário Gonçalves Vianna
Torneio Início (decisão)

Gol: Reynaldo (2), Santo Cristo e Ponce de León (Botafogo); Alcino (Olaria)

BOTAFOGO:  Osvaldo Baliza, Gérson e Sarno; Adão, Nílton Senra e Juvenal; Santo Cristo, Octávio, Ponce de León, Geninho e Reynaldo.

OLARIA: Zezinho, Laércio e Amauri; Leleco, Spinelli e Ananias; Alcino, Limoeirinho, Roberto, Tim e Gérson

Obs: Reynaldo era conhecido como Renato no começo da carreira.
Fonte: O Jornal.

BOTAFOGO (RJ) 5 x 2 FLUMINENSE (RJ)
Data: 01/08/1948
Local: Laranjeiras, Rio de Janeiro
Árbitro: Mr. Ford “Rei do Pênalti”
Campeonato Carioca
Gols: Pirillo, Braguinha e Octávio (de pênalti), no 1° tempo; Pirillo (2), Rodrigues (de pênalti) e Orlando Pingo de Ouro, no 2° tempo
Botafogo: Osvaldo Baliza, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirillo, Octávio e Braguinha. Técnico: Zezé Moreira
Fluminense: Castilho, Pé-de-Valsa e Hélvio; Índio, Mirim e Bigode; Cento-e-Nove, Simões, Careca, Orlando Pingo de Ouro e Rodrigues. Técnico: Ondino Viera
Obs: Osvaldo Baliza defendeu dois pênaltis; um cobrado por Rodrigues e outro por Careca (este feito só foi igualado por Wagner em 1999).
Fontes: Diário da Noite, Jornal dos Sports e O Jornal.

BOTAFOGO 3×1 VASCO DA GAMA (RJ)
Data: 12/12/1948
Local: General Severiano, Rio de Janeiro
Público: 20.000 (18.321 pagantes)
Árbitro: Mário Gonçalves Vianna
Gols: Paraguaio e Braguinha, no 1° tempo; Octávio e Ávila (contra), no 2° tempo
Botafogo: Osvaldo Baliza, Gérson e Nílton Santos; Rubinho, Ávila e Juvenal; Paraguaio, Geninho, Pirillo, Octávio e Braguinha. Técnico: Zezé Moreira
Vasco: Barbosa, Augusto e Wilson; Ely, Danilo e Jorge; Friaça, Ademir Menezes, Dimas, Ipojucan e Chico. Técnico: Flávio Costa
Obs: 1) Gérson abandonou o campo aos 10’ do segundo tempo, por contusão; o Botafogo atuou com 10 (dez) jogadores até ao final; 2) Botafogo, campeão carioca (1948).
Fonte: Jornal dos Sports.

BOTAFOGO (RJ) 2 x 0 GRÊMIO (RJ)
Data: 17/06/1951

Triangular de Porto Alegre

Local: Eucaliptos, Porto Alegre

Árbitro: Arthur Vilarinho
Assistente: Júlio Peterson e Oswaldo Azzarini Rolla (o Foguinho)

Gols: Nílson (contra), aos 11’, no 1° tempo e Zezinho, aos 31’, no 2° tempo
Botafogo: Osvaldo Baliza, Gérson (Carlito) e Nílton Santos; Rubinho, Geninho e Juvenal; Joel, Neca (Ariosto), Dino, Zezinho e Braguinha (Jayme). Técnico: Carvalho Leite
Grêmio: Wilson (Sérgio Moacir), Joni e Nílson (Paulista); Bexiga, Sarará e Heitor (Danton); Balejo (Dario II), Ferraz, Geada, Pedrinho e Ápis. Técnico: Alfredo González
Obs: Botafogo, campeão do Triangular de Porto Alegre.

Fonte: http://mundobotafogo.blogspot.com

abril 24, 2011 - Posted by | Amistosos Nacionais, Arquivos do Futebol, Ídolos do Futebol, Botafogo F.R., Súmulas

2 Comentários »

  1. AAAAAAAH, meu avô lindo ! *-*

    Comentário por Lays Souza | julho 28, 2011 | Responder

  2. esporte clube maricá,nilton,tião,jamanta,nelson,mariozinho,mozart,ismar,bebeti,nelinho,marquinho

    Comentário por nilton de souza moraes | abril 9, 2012 | Responder


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: